RSS

Curso Tecnológico de Informática


No dia 25 de março de 2014, no anfiteatro da Escola Secundaria de Lagoa, a turma do 12º ano do curso tecnológico de Informática apresentou os projetos em desenvolvimento  às empresas e entidades locais. A sessão teve como objetivos  dar a conhecer os diversos temas desenvolvidos pelos alunos da turma, bem como as competências dos mesmos, e preparar futuros estágios.

 

Anúncios
 

Etiquetas: , ,

Projeto Fénix na ESL


Comunicação Fénix no blog VoxNostra.

http://voxnostra.blogspot.pt/2013/06/no-mesmo-tempo-uma-outra-qualidade-de.html

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 03/07/2013 em Fénix

 

Etiquetas:

Minecraft na sala de Aula


Nos últimos dois anos letivos, os alunos do ensino especial têm desenvolvido atividades recorrendo aos jogos Minecraft e Manic Digger. No início, pretendia apenas que os alunos dominassem algumas formas geométricas, contassem e adquirissem alguns conceitos como, por exemplo, o perímetro. Por outro lado, desejava criar um espaço criativo, onde os alunos poderiam dar largas à sua imaginação, sendo que, a pouco e pouco, foi-se insinuando o potencial para trabalho de projeto que este tipo de jogo possuía. Neste último período, alguns alunos já revelam conseguir construir formas relativamente complexas com base em esquema feitos pelo professor, concebendo, também, criações próprias, embora sem um projeto formal. Outro aspecto relevante é que este tipo de metodologia facilita processos de interajuda entre os alunos, que de bom grado apoiam os colegas, aproximando-se o dia em que poderão colaborar in game numa construção partilhada.

image image image

Mais informações sobre este projeto no blog – Amplia as tuas aulas

 

João Freitas

Professor de Cidadania do Ensino Especial

 
 

Gamepad como interface de acessibilidade no ensino especial


 

A utilização de um Joystick como forma de alternativa ao rato em situações em que o aluno possui dificuldades de controlo dos membros superiores é conhecida. Hoje, surgem várias alternativas que substituem a interação manual com o computador, mas a um custo muitas vezes pouco acessível. Existem, todavia, ainda situações em que o aluno possui destreza suficiente para a utilização de um interface da família dos Joystick.

image

Existem Joysticks adaptados ao ensino especial, normalmente com um custo elevado, pelo que irei referir os custos aproximados dos recursos utilizados numa perspectiva do leitor ter uma noção do investimento que esta tecnologia requer.

Foi a óptica deste projeto a adaptação de um Gamepad (~30-40€), um tipo de Joystick (duplo) em que o utilizador segura com as duas mão e manuseia com os polegares. Para garantir o seu funcionamento como rato recorri a um software denominado Xpadder (custo~7€),  que permite a atribuição de qualquer função aos botões do gamepad  ou o seu bloqueio.

Um problema consistia na ocultação dos botões que embora não tivessem funções atribuídas (Xpadder), afetavam a concentração do aluno, assim como, o confundiam, pois este tinha tendência de os pressionar, não obstante os mesmos estarem desativados, pelo que optei pela sua ocultação naquilo a que chamaria o primeiro protótipo funcional, que se revelou eficaz. Posteriormente, as mãos hábeis do meu colega, professor Marco Medeiros, envolveram o Gamepad numa capa de melhor qualidade à base de E.V.A (espuma sintética), criando-se uma versão de utilização mais fácil pelo aluno.

image    image  image

A figura mostra o Gamepad, seguido do protótipo e, por fim, a versão final.

Após algum treino, recorrendo ao software educacional Gcompris,  foi possível treinar a aluno na utilização deste “novo rato” que lhe permitiu interagir com o computador de uma forma muito razoável. Este treinamento deu fruto graças ao empenho da aluna, ma também graças ao trabalho e a paciência da professora Dolores Pereira, que deu auxílio aos primeiros passos da aluna com o Gamepad.

image

Sem dúvida que esta abordagem está dependente das possibilidade de o aluno manusear o aparelho utlizado, mas parece surgir como uma alternativa viável em alguns casos, facilmente se combinando o Gamepad com as opções de acessibilidade do Windows, que normalmente seriam atribuídas ao rato tradicional.

João Freitas

Professor da disciplina de Cidadania – Unidade Especializada de Currículo Adaptado.

 
1 Comentário

Publicado por em 14/11/2012 em Uncategorized

 

Workshops na ESL


Nos passados dias 9 e 10 de outubro foram dinamizados, por docentes e alunos (projeto alunos formadores), quatro workshops sobre algumas ferramentas que podem trazer um novo dinamismo à sala de aula.

O software Notebook 11 – Básico e Lesson Activity Toolkit – OneNote 2010 e Mouse Mischief foram os eleitos para esta ronda de formação interna. As formações sobre Notebook ficaram a cargo de docentes da ESL e as restantes a carga de alunos no âmbito do projeto alunos formadores.

 

Etiquetas: , , , , ,

Ampliando a Acessibilidade do Computador.


 

O Windows 7 trás algumas ferramentas de acessibilidade que facilitam o interface entre o utilizador com dificuldades visuais e o computador. No entanto, foi possível amplificar aquelas ferramentas recorrendo ao NVDA – nonovisual desktop access, programa gratuito, de grande qualidade, com versão portuguesa, que vocaliza as teclas do computador e texto no ecrã.

O aluno que beneficiou destas ferramentas tem ambliopia, possuindo uma visão reduzida, que lhe permitia ver um ecrã ampliado, mas revelando grandes dificuldades em ver e utilizar o teclado. A ideia que me ocorreu foi a de fazer aquele aluno memorizar as posições das teclas e usar os dedos de forma correta no teclado, tendo para isso recorrido ao programa gratuito Rapid Typing, que ensina a escrever corretamente num teclado. A aprendizagem foi tornada possível graças à  combinação das facilidades de acessibilidade do Windows 7 associadas às possibilidades do NVDA e ao acompanhamento pelo professor, que garantia que as posições dos dedos no teclado fossem as adequadas.

image  image 

O aluno foi fazendo exercícios de complexidade crescente, até que mais para o final do ano, já tendo uma excelente noção das posições das teclas, passou a escrever palavras e pequenas frases no Word.

image

No próximo ano letivo, com mais algum treino, acredito que este aluno possa tirar um maior partido das facilidades de acessibilidade do sistema operativo, pois não dependerá da visão para manusear o teclado. Acredito, ainda, que esta  autonomia no computador  poderá, eventualmente, vir a ser decisiva no futuro deste aluno.

João Freitas

Professor da disciplina de Cidadania – Unidade Especializada de Currículo Adaptado.

 
1 Comentário

Publicado por em 26/07/2012 em Uncategorized

 

Interatividade em sala de aula com o Mouse Mischief


A aplicação Mouse Mischief (Add-in para PPt 2007-2010) é – cada vez mais – uma das ferramentas que os professores da ESL utilizam para a realização de exercícios interativos incutindo um dinamismo diferente em sala de aula.

 

Na página Mouse Mischief podem encontrar alguns exemplos de apresentações e fazer o download das mesmas e aplicá-las em sala de aula.